Make your own free website on Tripod.com
**Daddy's Girl**
dinho ouro preto
tudo sobre mim | meu dia a dia | figuras | letras do capital | figuras do capital | dinho ouro preto | fê lemos | flávio lemos | yves passarell | frases | testes | fofocas | dedicatoria | musicas traduzidas (atualizadas e cifradas) | GUEST BOOK

Home

kitty17.gif

ficha completa do Dinho !!!

dinho ouro preto
vocal FICHA nome completo Fernando de Ouro Preto
data de nascimento 27/04/1964
local de nascimento Curitiba - Pr
irmão de Iko Ouro Preto
curiosidades
-fez um "estágio" como baixista no Capital, antes de ingressar definitivamente na banda.
-namorou Helena, irmã de Flávio e Fê, primeira vocalista do Capital
-começou a tocar no Capital, aos 19 anos, em maio de 1983, seus pais estavam no exterior e achavam que ele só estudava. Só souberam que ele tinha se tornado músico quando já estava fazendo sucesso com a banda.
-os pais de Dinho se separam. Um tempo depois, o pai de Dinho se casa com a mãe de Dado Villa Lobos (guitarra, Legião Urbana) e ali começa, os dois com 16 anos, a amizade e o companheirismo de 'travessuras' de Dinho.
-nos primórdios do Aborto Elétrico, Dinho, grande fã da banda, ia à todos os ensaios e, os gravava em fitas, consideradas verdadeiros tesouros hoje. Em uma das apresentações, Renato Russo anuncia a bateria da música "O Raggae" nas mãos de Dinho. Gravação única e raríssima. Confira.
-conheceu o grande amor de sua vida, Maria, italiana, numa festa promovida pela MTV. Casou-se e hoje tem duas filhas que intitulam músicas do Capital com seus nomes: Giulia e Izabel
-quando o capital completou seus 10 anos, Dinho saiu da banda, sendo substituído por Murilo Lima (leia fatos curiosos sobre isso, na parte de curiosidades da banda) e, fundando o Vertigo que lançou um cd pela Rock It! de Dado.
biografia
O vocalista do Capital Inicial nasceu em Curitiba (PR), em 27/04/64. Dinho foi criado em Washington (EUA), Viena (Áustria) e Genebra (Suíça). Filho de diplomata, tataraneto do Visconde de Ouro Preto, veio morar no Brasil aos 16 anos, na época da ditadura, quando a tribo punk começava a invadir as ruas de Brasília. Ao se formar, Dinho decidiu prestar vestibular para Sociologia porque seus colegas do segundo grau cobravam dele uma postura definida em relação à política. Certamente, todos achavam que os roqueiros eram alienados. No entanto, Dinho foi reprovado e desistiu da faculdade. Então, a música virou uma 'necessidade vital' para passar o tempo em Brasília, cidade que odiava. Mais tarde, passou a gostar do lugar e não queria mais sair de lá.